Diário de um poeta
poemas e textos sobre tudo e nada

Sáb, 22 Dez 2007

Olhos inconstantes

Globos coloridos numa fuga fugaz
Indicando um contacto quase capaz
De iluminar o sonho num instante
Ao criar uma relação inconstante
De um passo em frente por cada dois atrás

22/12/2007 - 1h16

[01:16] | 0 comentário(s)

Notas

Notas loucas pela noite
De uma sanidade indelevel
Alegria registada
Devidamente guardada
Em albuns de outro nível

22/12/2007 - 00h04

[Catacumbas Jazz Bar]

[00:04] | 0 comentário(s)

Sex, 21 Dez 2007

Segundos

És a soma de todo o teu passado
És a promessa de todo o teu futuro
Mas és apenas no presente

E o teu eu de há dois segundos
Que começou a escrevinhar estas linhas
Não é o mesmo que agora as escreve
Nem aquele que daqui a pouco as acabará

Quantos mais de ti vais perder
Enquanto foges da tua vida?

21/12/2007 - 23h40

[23:40] | 0 comentário(s)

Cara

Cabelo ao vento ondulando na face de beleza investida
Olhos castanhos puxando a minha mente para uma nova vida
Nariz aquilino compondo uma cara de têmpera viva
Lábios definidos relembrando de beijos a saudade perdida

Mas a paixão foi diferente
Foi nas covas do rosto
Que ela apareceu

E num sorriso mantido
Por siso passado a riso
O coração aqueceu

E os desafios lançados
Não podem ser enumerados
A sua memória se perdeu

E com dedos entrelaçados
De um casal de enamorados
A solidão se desvaneceu

21/12/2007 - 22h32

[22:32] | 0 comentário(s)

Paixão Suicida

Procurar uma alma gémea
Tarefa sempre adiada
Com pressa inusitada
Para quem se diz a procurar

Saem sonhos de relâmpago
Alojando-se no meu âmago
Convidando a falhar

E os suspiros são dados
Sendo depois repassados
No possível há-de vir

Esperanças em vão criadas
Expectativas desmesuradas
Para a realidade proibir

E um interior podre cai
E falta a força para o que vai
Pouco a pouco a surgir

E sem dor e luz separar
Vale a pena arriscar
Só para no fim submergir?

21/12/2007 - 17h30

[17:30] | 0 comentário(s)

Sáb, 08 Dez 2007

Futuros

De passados em tempos alentados
Novos sonhos estão a ser construídos
Parabéns aos loucos apaixonados
Que passem esta vida indivisos.

8/12/2007 - 23h38

[Parabéns à Paula e Eduardo.]

[23:38] | 0 comentário(s)

Novembro 1998 >
DoSeTeQuQuSe
1 2 3 4 5 6 7
8 91011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

Sobre
João Miguel Neves
Poeta e escritor
de tempos a tempos

Arquivos
2014-Nov
2008-Jun
2008-Mai
2008-Jan
2007-Dez
2007-Nov
2007-Out
2007-Set
2007-Mai
2007-Jan
2006-Out
2006-Jun
2006-Mai
2006-Jan
2005-Ago
2005-Jul
2005-Jun
2005-Abr
2005-Mar
2005-Fev
2005-Jan
2004-Dez
2004-Nov
2004-Out
2004-Set
2004-Ago
2004-Jul
2004-Jun
2003-Out
2003-Jun
1999-Nov
1999-Jun
1998-Nov